Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘3º ano’ Category

O André voltou em grande!!

O André já sabe ler, e até já escreve pequenos textos, adaptados….

O Pirata Careca

Era uma  vez  um   pirata careca que vivia num barco e gostava  de ter uma cabeleira grande.

O pirata tinha  um olho de vidro, uma perna de pau e cara de mau.

Um dia o pirata  viu  o amigo  marujo  que lhe ensinou  uma   receita para ter muito  cabelo.

O pirata foi à feira, comprou  peras , amoras  e bebeu o sumo, mas quando se viu  ao espelho  tinha  uma   palmeira na  cabeça.

turma fotos 001

Anúncios

Read Full Post »

Dia Mundial da Criança

Este ano, e como é habitual na nossa Escola, o Dia Mundial da Criança foi comemorado em grande!!!

Realizámos Jogos de Praia. Foram organizados pelo grupo de Educação Física da Escola, e como também é habitual muito bem organizados.

Muito obrigada!

Deixamos aqui alguma fotos para vocês imaginarem o quanto nos divertimos…

E já agora, só para saberem FOMOS OS VENCEDORES…. Embora o importante seja participar, ganhar também é BOM…

Read Full Post »

O Segredo do Rio

Este período temos estado a trabalhar o segredo do rio. Temos lido o livro e feito fichas de leitura.

Esta semana descobrimos que o peixe que entra na história é uma carpa. Ficámos curiosos e decidimos fazer-lhe um bilhete de identidade.

Depois fizemos um mapa de conceitos com todas as informações que recolhemos sobre este peixe tão interessante.

Read Full Post »

Dia da Mãe

Para o dia da Mãe fizemos sabonetes.

Foi fácil, bastou derreter a glicerina e juntar corante e/ou aroma. Ficaram bonitos. Fizemos pinguins, corações, maçãs, joaninhas, libelinhas, carochinhas…

As mães merecem!!!

[rockyou id=137807339&w=426&h=319]

Ficaram bonitos ou não?

Read Full Post »

Áreas e Perímetros

Já estudámos áreas e já estudámos perímetros. Agora a proposta era comparar se por terem a mesma área as figuras também teriam o mesmo perímetro.

Fizemos grandes descobertas. Quando a professora falou em pentaminós, soubemos logo que tinha a ver com o número cinco ( como o pentágono ou os pentacampeões). Também conhecíamos o dominó. Por associação foi fácil imaginar que se um dominó eram composto por dois quadrados um pentaminó seria composto por cinco.

Também descobrimos que havia triminós, tetraminós e todos os minós que nós quiséssemos inventar. Desde que respeitassem uma única regra: os quadrados têm que estar unidos por um lado.

A professora deu-nos uma folha quadriculada, e depois nós fomos descobrindo todas as maneiras possíveis de construir estas figuras. Os mais rápidos ganharam chupas.

Aqui ficam algumas imagens do nosso trabalho.

[clearspring_widget title=”Animoto.com” wid=”46928cc51133af17″ pid=”4a0d63b7c2c6a69e” width=”432″ height=”240″ domain=”widgets.clearspring.com”]

As nossas conclusões: A área e o perímetro são totalmente independentes. Pode haver figuras com a mesma área que tenham o mesmo perímetro, mas não é sempre que isso acontece.

Podem experimentar em casa. Não esquecendo que o perímetro é a linha que envolve a figura, e a área é o espaço que a figura ocupa. No caso dos pentaminós a área é sempre 5.

3º ano A

Read Full Post »

Semana Artística

Comemorámos a semana Artística com a dança: ” A apanhar o Trevo” e celebrando a cor lilás como se pode ver nos nossos belos fatos.

Para quem não viu, não há problema, vamos repetir a proeza no “Arraial”.

Aqui ficam algumas imagens.

Read Full Post »

Aqui fica mais uma das nossas experiências semanais.

Esperamos que gostem…

Para realizá-la precisámos de velas, fósforos e recipientes com capacidades diferentes.

Acendemos as velas (que eram do mesmo tamanho) e depois tapámos cada uma delas com um recipiente de tamanho diferentes. Queríamos saber se o ar (oxigénio) interferia na combustão da vela.

[clearspring_widget title=”Animoto.com” wid=”46928cc51133af17″ pid=”4a0d4a83c1e13077″ width=”432″ height=”240″ domain=”widgets.clearspring.com”]

As velas foram-se apagando gradualmente. A primeira a apagar-se foi a que estava tapada com o recipiente mais pequeno. A última a apagar-se foi a que estava tapada com o recipiente maior.

A nossa conclusão é que a vela para se manter acesa consome oxigénio. A que estava coberta com o recipiente maior ardeu durante mais tempo porque tinha mais oxigénio para consumir, mas quando o oxigénio acabou a vela apagou-se.

Read Full Post »

Older Posts »